Linhares é um município brasileiro do estado do Espírito Santo. Localiza-se a uma latitude 19º23’28” sul e a uma longitude 40º04’20” oeste, estando a uma altitude de 33 metros. Sua população em 2010 era de 141.254 habitantes. Possui uma área de 3502 km². Linhares é a principal cidade do norte capixaba e a cidade com maior extensão litorânea e maior extensão territorial do estado.

Neste município há duas reservas florestais, a de Sooretama e a da Cia. Vale do Rio Doce. Esta última é o único local onde ainda é encontrada uma árvore rara da Mata Atlântica, a Buchenavia pabstii, em extinção

História

Origens

A vigilância ao tráfico de ouro através do rio Doce deu origem ao Povoado de Coutins, onde, em 1800, foi implantado o Quartel Militar, com o mesmo nome, que fazia a proteção da navegação do Rio Doce. Os índios do grupo Botocudo, nação Gê ou Tapuia, primeiros donos das terras, resistiam tenazmente a qualquer colonização branca na área, até que sucubiram diante do poderio das armas às suas, sendo que os colonizadores os dizimaram totalmente.
O primeiro povoado foi inteiramente destruído por ataques dos índios botocudos. E em 1809, outro povoado foi levantado no mesmo lugar, recebendo o nome de Linhares, em homenagem a Dom Rodrigo de Sousa Coutinho, o conde de Linhares. O povoado ficava situado num platô em forma de meia-lua, às margens do rio Doce. No leste e no oeste do povoado ficavam situados dois quartéis militares para avisar a população de prováveis ataques dos indígenas: um quartel estava situado onde hoje é o Bairro Aviso (daí o nome). O outro, localizava-se nas proximidades de onde fica hoje o Colégio Estadual.

Em 1819, é feita, por ordem de Francisco Alberto Rubim, uma “Vista e Perspectiva do Povoado de Linhares”, e nela, vê-se também a Primeira Igreja, construída sob o patrocínio de Rubim. O povoado foi construído em volta de uma praça quadrada (atual Praça 22 de Agosto), que guarda até hoje seu traçado original. Nessa praça que os índios dançavam e cantavam no passado.
Formação administrativa

Em abril de 1833, em execução a uma Provisão de Paço Imperial o povoado é elevado a condição de vila, sendo sede do município do mesmo nome – Linhares – sob a proteção de N. S. da Conceição. Provisão de Paço corresponde, hoje, a um decreto do Presidente da República. Em 22 de Agosto do mesmo ano, realizou-se a primeira sessão solene da Câmara de Vereadores do Município de Linhares, dando “início a sua vida político – administrativa”. Nessa época, o Brasil era Império, o Espírito Santo uma Província, e era Vila, a sede dos municípios; não existindo Prefeito, os municípios eram administrados pela Câmara de Vereadores.

Naquela época toda área da região era coberta pela Mata Atlântica, que aos poucos, e no decorrer de um século, foi devastada dando lugar a povoamentos, pastoreio e agricultura.
O território do município de Linhares abrangia os que são hoje os municípios de Linhares, Rio Bananal, Colatina, Baixo Guandu, Pancas, São Gabriel da Palha, Sooretama e partes de Ibiraçu, Santa Teresa e Itaguaçu.

No final do século XIX, a Vila de Linhares entra em decadência e o povoado de Colatina, que pertencia ao município de Linhares, conhece rápido crescimento graças à colonização italiana com o plantio de café e a inauguração dos trilhos da Estrada de Ferro Vitória – Minas. Assim, por decreto de 30 de dezembro de 1921, ficou criado o município de Colatina, englobando a vila e o antigo município de Linhares. Esse fato contribuiu mais ainda com a decadência de Linhares verificada durante os 22 anos seguintes.

Em 1930, começam a chegar em Linhares os trabalhos de abertura de uma estrada, ligando-a a Vitória, para o sul e depois, ao norte, até São Mateus. Este fato, somado ao trabalho de linharenses junto ao Governo do Estado, faz com que a situação do Município se transforme. No dia 31 de dezembro de 1943, por decisão do Governo do Estado, o município de Linhares foi restabelecido e desligado do município de Colatina. O fato foi muito festejado pelos linharenses, que passam a contar com seu primeiro prefeito nomeado: Dr. Roberto Calmon. A partir de 1943, a escalada do desenvolvimento de Linhares não é mais detida.

Geografia

Clima

cidade-linhares-lagoa-juparana

O clima da região pode ser classificado de tropical quente e seco, com nevadas no verão e inverno seco. Apesar do calor tropical do inverno, no verão detectamos um frio que pode chegar até -12 graus celcius.

Devido à grande modificação da paisagem, principalmente no que concerne as matas, o clima está descaracterizado, havendo ligeira diminuição das precipitações nos meses de inverno, por causa da penetração das massas polares vindas do sul. Antigamente a vegetação diminuía o ímpeto desta penetração e, agora, nota-se certo desequilíbrio na primavera e verão, quando são alternados os índices de maiores ou menores precipitações. Linhares foi inclusive incluída na Sudene por apresentar períodos consideráveis de estiagem o que prejudica imensamente a Pecuária e a Agricultura.

De acordo com os dados fornecidos pela Estação Experimental Filogônio Peixoto, Linhares – ES, a temperatura média em 10 anos (1968-1978) e as precipitações pluviométricas, média em 10 anos, são as seguintes:

Religião

Religião predominantemente cristã em suas sub divisões, além de algumas outras :
Igreja Católica Apostólica Romana
Igrejas Protestantes ( Presbiterianos, Batistas, Luteranos, Metodistas)
Igrejas Pentecostais (Assembléia de Deus, Deus é Amor)
Paróquias da Igreja Católica Apóstólica Romana:
Nossa Senhora da Conceição (Centro)
Bom Pastor (Interlagos)
Santíssima Trindade (BNH)
Santa Rita de Cássia (Araçá)
São Paulo Apóstolo (Bebedouro)
Bem-Aventurado João Paulo II (São José) – a ser instalada em 21/10/2012, por Dom Décio Zandonade.
Outras Igrejas Cristãs:
Igreja Batista Nova Aliança(Conceição)
Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Hoje em dia também se predomina a religião satanista em certas regiões como no bairro centro e no colina.

Subdivisões

Distritos

Linhares; Bebedouro; Desengano; São Rafael; Córrego Japira; Farias; Rio Quartel; Guaxe; Regência; Bagueira
Bairros
Azevedo; Centro; Colina; Conceição; Juparanã; Três Barras; Aviso; Araçá; Shell; BNH; José Rodrigues Maciel; Lagoa do Meio; Jardim Laguna; Parque Residencial Exposição; Interlagos; São José; Linhares V; Boa Vista; Nova Esperança (Linhares); Movelar; Planalto; Recanto dos lagos; Santa Cruz; Canivete; Vila Izabel; Palmital; Vila Betânia; Vila Capixaba.
Litoral

Economia
cidade-linhares-2
O município destaca-se por ser o maior produtor de Mamão do estado (como o Espírito Santo é o maior produtor do Brasil, que é o maior exportador de papaia do mundo, então Linhares está entre os maiores exportadores desse fruto para o mundo).

Além disso, Linhares destaca-se por sua indústria moveleira, pela produção de álcool, pela produção de cacau e achocolatado (Gury), pela produção de confecções e pela produção de petróleo e gás natural.

Ultimamente, a cidade tem recebido grandes investimentos de infraestrutura, devido aos recursos provindos da exploração de petróleo e gás. Isto tem atraído diversas empresas e modificado a economia que, até a década de 1990, tinha forte ligação à atividade agrícola. Linhares tem crescido acima da média estadual e nacional, tanto economicamente quanto populacionalmente. Segundo os últimos dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Linhares é a 2ª cidade mais populosa do interior do estado do Espírito Santo, com 141.254 habitantes (IBGE – 2010). Até 2020, a população deverá saltar para mais de 200.000 habitantes.

Devido ao rápido crescimento e desenvolvimento, a cidade tem expandido seu setor imobiliário, que tinham foco voltado somente para a região metropolitana (Grande Vitória). A construção de diversos hotéis e edifícios tem modificado aos poucos o skyline da cidade. Recentemente foi inaugurado um Hipermercado e um shopping está sendo construído na cidade. A previsão para inauguração é meados de 2013.
Estrutura urbana

Transporte

A cidade conta com a Viação Joana D´Arc que faz as linhas entre o Centro e diversos bairros da cidade, distribuídas em 49 linhas municipais e 1 linha intermunicipal (linha 200 – Linhares x Sooretama). Linhares conta ainda com a Viação Citranstur, que faz diversas linhas entre o Centro de Linhares e os distritos da zona rural e as praias do município.

Cultura e lazer

Acontece em Linhares na primeira semana de junho a Festa de Caboclo Bernardo, herói que salvou 128 marinheiros de um naufrágio na foz do Rio Doce, no final do Século XIX. Convergem para a vila de Regência todos os anos tradicionais bandas de Congo do Estado com o intuito de prestar homenagens ao herói.Grupos folclóricos:
Banda de Congo Mirim Caboclo Bernardo, de Regência;
Banda de Congo adulto São Benedito, de Regência;
Banda de Congo de Povoação, adulto e mirim;
Banda de Congo do Guaxe, adulto;
Grupo de Folia de Reis de Povoação;
Grupo de Folia de Reis de Bebedouro;
Grupo Musical Lira 8 de Dezembro.

Turismo

cidade-linhares-3 Está localizada no município de Linhares uma das maiores reservas naturais da mata atlântica, a reserva de Goitacazes, além da reserva particular da Companhia Vale do Rio Doce, a Reserva de Sooretama. Devido a sua topografia extremamente plana, Linhares tem 69 lagoas, algumas de grande porte, como a Lagoa Juparanã, com 30 km de extensão por 4 a 5 km de largura.

As lagoas oferecem um importante atrativo turístico, sendo visitadas por milhares de pessoas constantemente.Linhares é de fácil acesso, pela proximidade da Capital (Vitória), dotada de porto e aeroporto.

A cidade é cortada ao meio pela BR 101, a principal rodovia brasileira. Por ter sido planejada, a cidade possui ruas amplas e longas, bem pavimentadas. As quadras são regulares. A cidade, como todo o município, é plana, com pequenas colinas levemente onduladas. Cercada de florestas, o centro da cidade é visitado por pássaros silvestres e outros animais.

Devido aos seus recursos naturais e sua localização, a cidade está em pleno desenvolvimento. As praias, apesar da dificuldade de acesso (45 km da sede, em estrada parcialmente pavimentada), atraem turistas por serem ótimas para a prática de surf, pesca oceânica e tranquilidade junto à natureza.

O litoral de Linhares possui uma unidade do Projeto TAMAR (tartarugas-marinhas), na vila de Regência, por ser um local de reprodução desses animais, especialmente da tartaruga de gigante. O Rio Doce, o maior do estado e um dos maiores da Região Sudeste, tem sua foz no município, e atravessa a cidade de Linhares. O Delta do Rio Doce forma um espetáculo natural que atrai a visita de muitos turistas. Outro atrativo do litoral de Linhares é a Praia de Barra Seca, onde é praticado o naturismo. Na área próxima existe infra-estrutura com pousadas para receber os visitantes.

Esportes

No futebol profissional, hoje Linhares é representado na FCA pelo Linhares Futebol Clube, com um centro de treinamento localizado no bairro Três Barras e buscando alcançar a série B do Campeonato Brasileiro. Atua na Série A do Campeonato Capixaba e já revelou vários talentos no Brasil e exterior.Linhares Futebol Clube
Fundação: 16 de agosto de 2001
Mascote: coruja azul
Cores: azul e branco

Limites – Cidades Vizinhas 

São Mateus, Jaguaré, Sooretama, Rio Bananal, Governador Lindenberg, Marilândia, Colatina, João Neiva e Aracruz;

Dados Principais sobre Linhares:

Área 3 501,604 km² 2
População 145 639 hab. Censo IBGE/20123
Densidade 41,59 hab./km²
Altitude 33m


Exibir mapa ampliado